As últimas de Tangamandápio

“Eu vou a Acapulco tomar banho de mar…”

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Banda Super Feliz

Posted by janacastanha89 em novembro 17, 2009

Quantas vezes eu viajava e voltava num rompante quando ouvia a seguinte estrofe da letra tema da novela infantil Carrossel :

“Embarque nesse carrossel
Onde o mundo faz de conta
A terra é quase o céu…”

Eu fiquei matutando com essa música. E lembranças para cá, nostalgia para lá, me recordei daqueles palhaços coloridos. Nem sei se eram quatro ou cinco. Mas que eles me davam medo… Ah, se davam! hehehe

Azul, Verde, Amarelo, Rosa e Vermelho: o visual, devo acrescentar era maravilhoso. Duvido muito que alguma criança não tenha curtido essa época. O grupo cantava músicas destinadas exclusivamente às crianças, que por sinal traziam uma mensagem clara e educativa.

Encontrei pela Internet o único vídeo deles. Juro que dei um grande “Nossa!” assim que os reconheci.

Posted in Coisas da minha infância | 1 Comment »

A arte de empinar pipa

Posted by janacastanha89 em agosto 14, 2008

Quando eu era criança, digamos que eu era muito moleca. Além de brincar de todas as coisas de menina, eu também gostava muito das coisas que os meninos brincavam. Isso explica o fato de eu ter tantos amigos do sexo masculino… hehehe

Bolinha de gude, pião, carrinho… E por aí vai. Posso dizer que aproveitei a minha infância como se ela fosse eterna. Não dava bola para algum engraçadinho que soltava comentários como “Maria João” ou até mesmo “Uuuuuu, que menina delicada!”

Bom, vamos ao que o título desta postagem que interessa.

Eu empinei muita pipa. Mas a que eu mais adorava era a famosa “pipa de saco”, que nada mais, nada menos, era a própria sacolinha de carregar compras no supermercado. Eu pegava um bom pedaço das linhas de costura da minha mãe, enrolava em um pregador ou até mesmo lápis, amarrava um nó, fechando o saco e… Voe!

Não era necessário rabiola, já que a mesma ia em direção ao céu, totalmente inflada. Eu morava no último andar de um prédio, e quando o vento vinha muito forte, a pipa se enganchava no telhado! E para tirar era um sacrifício. Ou tentava pegar de volta, ou fazia outra.

Os meninos daqui da minha rua, colocam cerol nas linhas, e ainda por cima empinam pipa perto de postes de eletricidade. Sem contar das vezes em que os papagaios deles caem no meu telhado, e eles ficam cutucando com paus, gritando uns para os outros que pegaram a pipa de fulano, que ciclano vai ter o que merece… Que meninos atribulados! E quem sofre são os meus ouvidos.

Obs: a inspiração me veio à tona quando, ontem, à caminho da Facul, eu vi um rapaz aparentando ter 16, 17 anos empinando pipa em cima de um telhado. Estava muito escuro, e só o Senhor sabe o milagre de ele não ter caído com a cara no chão.

Procurar um lugar longe da urbanização para empinar papagaio é uma boa idéia de se evitar acidentes.

Posted in Coisas da minha infância | 2 Comments »

Arroz, feijão, purê e tomate

Posted by janacastanha89 em julho 15, 2008

Eu tinha 9 anos quando esta história aconteceu.

Minha professora, eu não sei o porquê parecia não ir muito com a minha cara. Sempre que alguém perdia uma borracha, um lápis, caderno, um colega meu entregava o material para a ela perguntar de quem era. E quase sempre, era eu quem perdia! Aí ela fazia cara de “nhém” para mim.

Vamos aos fatos: a professora nos deixou um questionário para que todos respondessem. Dentre as perguntas, estava uma que me deixou confusa. “O que uma criança come nos seus primeiros meses?” Eu tinha a mente muito obtusa, e levando para o lado pessoal, pensei:

– Eu nasci em janeiro.  E desde o começo do ano, minha mãe faz uma comida que eu amo de paixão: arroz, feijão, purê e tomate. Supostamente, o que uma criança come nos seus primeiros meses é arroz, feijão, purê e tomate!

Grande erro: quando a megera da professora foi ler a minha resposta, olhou bem para mim e aumentou seu tom de voz, para a turma toda ouvir:

– Ah, faça-me o favor, Janaína! Desde quando o primeiro alimento de uma criança é arroz, feijão, purê e tomate?

Todo mundo riu que só vendo! Eu também ri, para quebrar o gelo. Mas no fundo, eu queria que um buraco se abrisse aos meus pés e me engolisse dali.

Dias depois, uma amiguinha minha que por coincidência morava no mesmo prédio que eu, me passou as respostas certas, e a questão que eu errei. Quando eu vi…

– LEITE??? – eu exclamei, espantada.

– Claro – concordou ela – Nos primeiros meses de vida, o bebê se alimenta de leite. Leite materno.

Imagina o que se passou na minha cabecinha! Por que a professora em vez de colocar “criança” não pôs “bebê”? Seria mais fácil de entender e eu não pagaria aquele mico. Mico não. É um King Kong mesmo!

Posted in Coisas da minha infância | 2 Comments »

Devolve os meus Tazos!

Posted by janacastanha89 em junho 26, 2008

Mais uma pérola da minha infância…

Eu tinha apenas 8 anos quando a moda de jogar Tazo na escola pegou. Até hoje, de tanto comer salgadinho tenho um monteeeeeeeeeeeeee deles! É Tazo que voa, Tazo que se mexe, Tazo do chiclete Ping Pong…

Todos os meninos adoravam jogar, e moleca como eu sou, nunca curti brincar nem de barra manteiga, apesar de já ter me divertido muito quando puxava alguém pela camisa.

Eram duas modalidades para se jogar: a brinca ou a ganha. A brinca se resumia em colocar alguns de seu Tazos numa pilha de coletivos e ver quem conseguia virá-los, e depois você poderia pegá-los de volta.

Já a ganha, você aposta um determinado número de Tazos e os que você conseguisse de volta, eram seus, mas os outros que seus amigos pegavam, ficavam para eles. Ganhou, ganhou. Perdeu, perdeu.

Eu era famosa na minha sala porque eu tinha até uma sacola cheia de Tazos, e certa vez um colega meu me chamou para brincar a ganha. Eu, uma inocente criança, topei, afinal, bater Tazo com um dos meninos que mais descolados da turma era uma honra.

Muita gente se aglomerou entre nós, e lá fui eu apostar os meu belos exemplares de colecionadora (hehehe). A medida que o jogo foi se agravando, eu percebia que estava perdendo todos os meus Tazos.

Assim que o jogo terminou, ele se virou para mim:

– Bom, acho que ganhei. Valeu pelo jogo, Janaína.

Eu comecei a chorar muito, pois foram tantos os saborosos salgadinhos que eu tive que comer para adquirir os meus queridos Tazos… Acho que ele ficou com pena de me ver ali chorando, e devolveu TODOS os meus bebês!

Fiquei tão contente, mas quando eu fui ver um certo Tazo de que eu gostava muito, ele tinha me dado um outro igual, só que bem gasto. Fiquei super furiosa, mas deixei quieto, afinal tinha os recuperado novamente.

Por isso, não aposte nada do que você tem na ganha. Aposte na brinca, assim vão devolver para você!

Posted in Coisas da minha infância | 5 Comments »

Vai beber tudo mesmo assim!

Posted by janacastanha89 em junho 23, 2008

Quando eu estava na pré-escola, minha mãe sempre me fazia tomar um copo de leite com Nescal. Eu já não gostava de tomar leite, e minha mãe sempre me fazia beber; e contra a minha vontade. Que raiva!

Certo dia, a minha mãe, como nas outras manhã, me deu um copo de leite com o conteúdo de cor bege. Eu cheirei e disse:

– Mãe, isso não é leite com chocolate, é café com leite!

– Não interessa! Toma tudo! – rugiu ela.

Desde pequena eu não gosto de café, e muito menos café com leite. Além de o café ter um cheiro que me deixa enjoada, amarela os dentes com uma velocidade… E o café com leite já não desce pela minha garganta… Dá uma vontade imensa de vomitar.

Até hoje eu não bebo café ou derivados que contenham cafeína. A não ser Coca-Cola!

Posted in Coisas da minha infância | 1 Comment »

Está vestida de vermelho? O touro vai vir te pegar!

Posted by janacastanha89 em junho 19, 2008

Esta história aconteceu comigo.
Os fatos que aqui vos digito são verídicos.

Eu tinha 8 anos, 2ª série, ano de 1997.
Tinha vindo para a escola com um conjunto moleton LINDO e vermelho.

Como uma aluna que procura vir na escola pelo simples fato de estudar, estava eu a copiar a matéria que o professor passava na lousa, quando um dos meus coleguinhas vira-se para mim:

– Eita, você veio de vermelho.

– É! – eu disse, contente.

– O touro vai vir te pegar… – ele parecia calmo, e ao mesmo tempo assustador ao meu ver.

– O quê? – eu estava quase chorando.

– Dizem que a cor vermelha atrai o touro. E você está de vermelho… Os toureiros usam uma muleta vermelha para chamar o touro…

Nessa hora, não me segurei e comecei a chorar, horrorizada. Eu pensei: “Ah, eu ainda tenho tanto para viver, e por causa dessa maldita roupa eu vou morrer!”

Levantei, e me dirigi ao professor:

– Professor… – meus rosto estava banhado em lágrimas, e eu tinha dificuldades para falar.

– O que foi, Janaína?

– Eles disseram que o touro vai vir me pegar! – Aí eu soltei o berreiro mesmo.

Daí, o professor foi até esse meu colega e outros amiguinhos dele e deu uma baita de um bronca neles! ashuashasasuashausuaushauhsahu

Uma curiosidade: sabia que não é a cor que atrai o touro na muleta do toureiro? E sim o movimento. Não adianta a muleta ser azul, amarela, verde, branca, rosa… O touro vai vir com a mesma vontade!

Antes se eu soubesse disso…

Posted in Coisas da minha infância | 2 Comments »

Eu nunca assoprava o apontador!

Posted by janacastanha89 em junho 9, 2008

Dizia uma lenda que nos meus tempos de escola que se você assoprasse o apontador, o mesmo ficava impossibilitado de ser utilizado.

Toda vez que um coleguinha queria pedir meu apontador emprestado, eu dizia que podia usar, contanto que não assopre, por que senão ele ficava cego.

E eu acreditava! Como fui uma criança ingênua, que acreditava em tudo que me diziam… Como por exemplo no Caio Sérgio, onde corria um boato de que tinha um casal de escorpiões… ashahsuasuahs (isso eu li em um tópico da comunidade no Orkut)

Bom, mas isso não vem ao caso… Hoje em dia uso lapiseira e ela é ótima! (é uma pentel amarela 0.9).

E é tão macia e firme de se escrever! hehehe

Posted in Coisas da minha infância | 4 Comments »